Fic's:

Amo-te com todas as minhas forças
Amo-te
Passado e presente
Twincest
Juro que não te vou deixar
Juntos... para sempre?
Anjo selvagem
Amar não é crime
Feitiço de amor
It is not just sex
Quando eu crescer
Nada nem ninguém nos separa
Cedo ou tarde
My mission is kill you
Uma verdadeira história de amor
Segredo eterno
Cedo ou tarde II - Um novo começo
The king of hip-hop

One Shots:

Almas gémeas
Don't jump
Saltarei contigo
Perdoas-me? Claro!
Traído pela alma gémea
Esta separação só nos juntou ainda mais!
Somos amigos? Não. Irmãos!
Mata-me se fores capaz
Desculpa, mas eu odeio-te!
Cala-te e trabalha
Eu sou só teu... e demais ninguém
24 horas
Não te quero perder
Anjo da Guarda
Quero-te sempre comigo
Agora estou sozinha
My sweet vampire
Ich liebe dich
Preciso de ti...
Pequeno segredo
Tentação proibida
Tu és a minha metade
Equação
Forever yours
Por mais errado que seja
Sempre te amei
Revenge
Forgive me
I will be
Can you feel the love tonight?

Todo o rei tem de ter a sua rainha...

Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

The king of hip-hop - Capitulo 13

Hey!

Bem. Acho que já nem vale apena dizer algo sobre a demora nem pedir as costumeiras desculpas. Estes "textos" pós-post estão a ser demasiado repetitivos para o meu gosto à pála disso :c

Até porque vocês já sabem essa lengalenga toda. E espero que compreendam que eu estou a fazer o meu melhor ><

Não tenho mais nada a dizer. Passemos ao capitulo.

E eu espero conseguir escrever o próximo o mais rápido possível, como sempre.

Bjo. <3


 

Capitulo 13

Exigent

 

Continuavamos à procura deles em silêncio, mas o que a Kim me tinha dito há poucos minutos não me saia da cabeça; não percebia bem o que ela queria dizer com aquilo.

 

Eu – És capaz de me explicar o que é que a Kim queria dizer sobre “coroa” e “rainha”? – Perguntei finalmente, deixando que a minha curiosidade levasse a melhor.

 

Tom – A Kimberlee é uma gaja falsa e mimada que só pensa em duas coisas: fama e sexo! – Fez um esgar desagradado. – Desde que eu passei a ganhar sempre o concurso anual lá da escola, intitulando-me como “rei”, ela tem feito de tudo para me convencer a fazê-la “rainha”. – Explicou. - Mas eu tenho-lhe um ódio enorme, e não lhe daria a coroa nem que ela rasteja-se aos meus pés. – Riu com escárnio

 

Eu – E quem é que é a “rainha” agora? – Olhei-o.

 

Tom – Ninguém. – Sorriu malicioso. – Até agora nenhuma rapariga foi boa o suficiente para merecer esse cargo. – Olhou-me de lado.

 

Eu – És muito exigente, portanto. – Revirei os olhos. Aquela conversa já tinha perdido completamente o pouco de interesse que existia anteriormente.

 

Tom – Talvez. – Gracejou, tirando finalmente o braço de cima dos meus ombros.

 

Baixou um pouco a pala do boné, como se quisesse esconder o rosto, e colocou ambas as mãos nos bolsos das enormes calças que trajava.

Continuamos a andar lado a lado sem pronunciar mais nenhuma palavra. Eu era quem tomava sempre a iniciativa para seguir por algum lado, e ele apenas me seguia com um ar descontraido e absorto como um fiel cão de guarda. Por momentos perguntei-me se ele me seguiria também caso eu entra-se numa casa de banho feminina, mas rapidamente abanei a cabeça abafando aquele pensamente absurdo da minha mente; ele era bem capaz de se aproveitar disso caso eu tentasse testar a minha teoria.

Quando avistei os outros dentro de uma loja de roupa dei por mim a dar graças a Deus por finalmente os ter encontrado. Já estava a ficar aborrecida e cansada de andar.

 

Eu – Finalmente! Já começava a pensar que já se tinham ido embora sem nós. – Resmunguei cruzando os braços quando já me encontrava ao pé deles.

 

Stella – Achas? – Riu-se. – Ainda é demasiado cedo para ir embora. – Acrescentou mostrando-me a lingua num gesto completamente infantil; ao que eu retribuí logo. – Estou a ver que não compraste os teus ténis. – Sorriu marota enquanto olhava para as minhas mãos vazias.

 

Eu – Não. – Encolhi os ombros. – Mas o Tom comprou um boné. – Apontei para trás de mim, onde o dito cujo se encontrava.

 

Bill desviou o olhar de umas calças negras que tinha em mãos e olhou para Tom por momentos, voltando a desviar o olhar para a peça de vestuário. Estranhei o silêncio dele por momentos, mas logo me lembrei do ocorrido há quase uma hora atrás.

 

Tom – Hey Bill. – Sobressaltei-me ao ouvir a sua voz assim tão de repente e levei uma mão ao peito, observando-o a passar por mim em direcção ao irmão. O mesmo olhou-o novamente cumprimentando-o com um pequeno sorriso. Provavelmente já sabia o que viria a seguir. – Desculpa-me, okay? – Se calhar aquilo poderia parecer um pedido de desculpas muito rasca e sem interesse, mas eles pareciam não precisar de mais; até porque era por um motivo estúpido.

 

Bill – Claro. – Sorriu. – Desculpa-me a mim também. Mas eu estava só a brincar contigo.

 

Tom – Eu sei. – Riu e olhou em volta. – Onde está o Yu? – Questionou. Só então eu reparei também na ausência dele naquele espaço.

 

Stella – Está na loja aqui em frente. – Respondeu apontando para uma loja de bijuteria. – Iamos para lá a seguir. – Acrescentou ao aproximar-se do namorado. – Mas acho que deviamos ir almoçar primeiro. – Comentou depois de olhar para o seu relógio de pulso.

 

Eu – Eu vou chamá-lo. – Prontifiquei-me saindo logo da loja, sem dar tempo de ninguém dizer nada.

 

Entrei na loja da frente e procurei Yu com o olhar, acabando por encontrá-lo a observar algumas pulseiras metálicas. Já se encontrava com alguns sacos em mãos, mas parecia ainda não estar satisfeito.

Aproximei-me e atraí a sua atenção ao tocar-lhe no ombro esquerdo.

 

Eu – Anda, nós vamos almoçar agora. – Informei sorrindo-lhe.

 

Yu – Ah! – Sorriu. – Okay, vamos. – Pegou-me pelo pulso e quase me arrastou para fora do estabelecimento.

 

Decidimos os cinco ir ao Mc’donalds, já que era a perdição de todos.

Tom não parava de olhar para mim, o que me incomodava. E sempre que os nossos olhares se cruzavam ele fazia aquele sorriso perverso que eu já tão bem conhecia, e não pelos melhores motivos.

Algo que me dizia que ele estava a tramar alguma. Nunca se sabe que ideias é que poderia surgir naquela mente poluída!

 

Continua...

Estou ou escrevo: desculpem-me :$
Estou a ouvir: Walk Away - Aloha From Hell

By мєℓαηιє кαυℓιтz às 22:47

Link do post | Comenta! ^^ | Adicionar aos favoritos

18 comentários:
De Tânia Fidalgo a 10 de Julho de 2010 às 12:08
oi!

passei-te um desafio! :)

http://tany_thfics.blogs.sapo.pt/29070.html

bj!


De a 10 de Julho de 2010 às 03:47
Simm..eu também fiquei com essa ideia de que ele está a tramar alguma..ai está está, e eu gosto disso ^^
não gosto é da outra idiota, Kim...--' puff..coitada T,T enfim :pp
mais :)
@*


De CatyM a 9 de Julho de 2010 às 18:05
Oláá :D
O Tom já encontrou a sua rainha,só que ainda não sabe desse pequeno (grande)promenor.
Tanto olhar ^^,mas ela até gosta.
Beijinhos :D


De iC.Kaulitz a 8 de Julho de 2010 às 00:50
Aiiii *-*
Esse Tom .. Jesus xD tu postame já que eu quero saber o que o menino anda a tramar.
mas tambem esse é pouco egocentrico é.. xD nao ha ninguem à altura... ate parece ahah

Adoro a tua escrita!
kuss !


De a.nee a 7 de Julho de 2010 às 18:09
Hey!!
Hmm... Ele realmente parace exigente e intrasigente no que respeita à questão "rainha" mas pronto... Eu acho que ele é um pouco convencido, já para não falar atrevido ^^
PAHAHAHAH eu juro que não o percebo, quer dizer andaram não sei quanto tempo às voltas no centro comercial sozinhos e ele não puxou assunto mas depois quando irremediavelmente já não se encontram sozinhos sob nenhuma circunstancia ele desata a cobiçá-la com o olhar como se pretende-se dizer-lhe algo --' É que é mesmo nabo, oh carai...Estou para ver o que é que aquela mente depravada está para ali a magicar!!

mais

bjinhozz


De Tânia Fidalgo a 6 de Julho de 2010 às 18:41
essa Kim é uma pega estúpida (desculpa a linguagem!)

cá para mim a Naddya é k vai ficar com a coroa de rainha, o tom é que está a fazwer suspense! :P


De Karinna a 6 de Julho de 2010 às 17:18
Adorei o comentário no fim:

"Nunca se sabe que ideias é que poderia surgir naquela mente poluída!"

Ainda me estou a rir...

Quero mais e rápido...

Adeus beijos


De iogurta; ♥! a 6 de Julho de 2010 às 13:24
Olá, querida! (:
Desculpa por não ter comentado o outro capitulo, mas tinha perdido o link.
Mas agora vou comentar... vou guardar o link num lugar seguro! :D
O Tom é exigente, mas ao que parece já tem a Rainha dele na mira!! E eu tenho as minhas suspeitas!!! xDD
Quero mais, por favor!
Beijinhos (:


De May a 6 de Julho de 2010 às 08:54
O Tom deve-se achar a pessoa 'mais' boa á face da terra !
mais,
beijinhos.


De caty a 6 de Julho de 2010 às 00:21
Olá
Bem acho que o Tom vai arranjar uma rainha e não vai demorar muito ele já anda de olho nela.
O Bill e o Tom fizeram as pazes.
Bjs


Segue o exemplo ^^

Melanie Kaulitz
Meu perfil * Adicionar

Sobre a fic:

Titulo: The king of hip-hop
Capitulos: ?
Iniciada: 07/06/09
Acabada: --/--/--
Género: Comédia (?), angustia, romance
Banda sonora: Lista
Personagens principais:
Tom Kaulitz
Naddya Forks
Bill Kaulitz
Stella Shiffer
Yu Kaulitz
Mark Davis
Kimberlee Foster
[Descrição]
Personagens secundárias:
Jeff
Trailer: [www]

 

Recente:

The king of hip-hop - Cap...

The king of hip-hop - Cap...

The king of hip-hop - Cap...

The king of hip-hop - Cap...

The king of hip-hop - Cap...

2 anos!

The king of hip-hop - Cap...

The king of hip-hop - Cap...